Sala de aula invertida – alunos se tornam protagonistas do aprendizado

A sala de aula invertida motiva os alunos a serem protagonistas de seu aprendizado. Nessa aula de História do 7º ano (fotos) foi assim. Os mapas conceituais sobre a Guerra dos Cem Anos e a Peste Negra foram comtemplados pelos próprios alunos na lousa, a partir da leitura e análise do material didático.

Um pouco sobre a aula invertida

Também conhecida como flipped classroom (em inglês), a aula invertida consiste em instigar o aluno a buscar em casa o conhecimento do conteúdo que ainda será abordado em sala. A proposta é prover aulas mais produtivas e participativas. A partir desse conhecimento antecipado adquirido, inicia-se na aula a discussão com o professor e toda a classe sobre o tema já pesquisado.

Segundo um levantamento feito na Universidade de British Columbia, nos Estados Unidos, com professores de Física que aplicaram essa metodologia, dentre os quais Carl Wieman, prêmio Nobel de Física em 2001, houve um aumento de 20% na presença e 40% na participação dos alunos com esse modelo.

Comente este post